Existem relatos históricos de Jesus fora da Bíblia?


Depois de ouvir um ministro falar sobre o assunto “Por que Acredito em Jesus”, um jovem bem vestido o visitou e disse:
“O que você disse hoje à noite foi interessante, mas tudo o que você disse sobre Cristo veio da sua Bíblia. Diga-me, se Jesus alguma vez viveu aqui na terra, por que a história não fala sobre Ele?”.
“Essa é uma pergunta interessante”, disse o ministro, enquanto se virava e pegava vários livros. “No entanto, para falar a verdade, a história fala sobre Jesus Cristo”.


“Isso eu gostaria de ver por mim mesmo”, respondeu o jovem.
“Bem, aqui está a Carta 97 do Livro 10 das Cartas de Plínio o Jovem, procônsul romano da Bitínia, uma província da Ásia Menor. Plínio escreveu ao Imperador Romano Trajano para falar sobre os acontecimentos de sua província. Observe, aqui ele pede conselho sobre como deveria lidar com uma nova seita, os Cristãos. Ele fala sobre o seu rápido crescimento e sobre os hinos que cantavam, que era composto para seu líder, Cristo. Plínio enviou essa carta por volta do ano 110 AD. A carta de Plínio oferece evidência história de um homem, Cristo, e da divulgação da Sua fé nos dias de Seus apóstolos”.
Surpreso, o jovem disse:
 “Conte-me mais!”.
Enquanto o ministro folheava outro livro, ele acrescentou: “Outro historiador, contemporâneo de Plínio, foi Tácito. Em seus Anais (Livro 15, capítulo 44) ele fala do ódio e das perseguições de Nero contra os cristãos, no tempo em que Roma foi queimada. Tácito explica que o termo “cristão” vem do nome “Cristo”. Ele menciona que Jesus Cristo, o fundador da religião cristã, tinha sido condenado à morte por Pôncio Pilatos, Procurador da Judéia, durante o reinado do imperador Tibério. Todos esses detalhes que Tácito nos dá combinam perfeitamente com eventos, nomes e locais dados na Bíblia”.
“Pastor, eu nunca soube que coisas como estas estavam na história secular!”, o visitante exclamou.
O ministro acrescentou: “Eu quero ressaltar ainda que por volta de 180 AD, Celso escreveu um livro atacando os cristãos, indicando que o cristianismo por aquele tempo tinha se tornado uma força contra a qual lutar”.
“Se você ainda está com dúvidas, lembre-se que os quatro Evangelhos são tão históricos quanto os livros seculares”.
Quando esse jovem percebeu que tanto a história sagrada quanto a secular concordam que Jesus viveu como homem na terra, ele foi embora convencido que Jesus Cristo era uma figura real e histórica.

E você? Tem dúvidas de que Jesus viveu nessa Terra?

8 comentários:

Esse post carece de credibilidade, fontes, nomes, e tudo mais, do contrário é só uma estoria inventeada.

Não creio em Cristo somente porque a história diz, mas eu sei que ELE existe!!! DEUS EU TE AMO, POR TI EU MORRERIA!!!

Não creio em Cristo somente porque a história diz, mas eu sei que ELE existe!!! DEUS EU TE AMO, POR TI EU MORRERIA!!!

Citações de Cristo fora da Bíblia

Obra "Anais da Roma Imperial" Tácito (55 - 120) historiador e politico romano.
A carta do escritor sírio Mara Bar-Serapion, que está no Museu Britânico e data de 73d.C.
A carta de Plínio, (61 - 114) orador e político da Bitinía, ao imperador Trajano.
A resposta a carta de Plínio pelo O imperador Trajano (53 - 117).
O perseguidor de cristão Luciano de Samosata, satirista grego do século II, mensiona Jesus em seus inscritos.
Suetônio (69-141) escritor latino também faz a Jesus Cristo, em sua obras Vida dos Doze Césares publicada nos anos 119-122.
Os inscritos de Talo escritor que viveu por volta de 52 d.C.
Os inscritos do historiador Flegão no século I.
Os inscritos de Justino, teólogo do segundo II.
Os inscritos de Tertuliano (160-220), jurista e teólogo de Cartago.
A carta de Pôncio Pilatos, governador da Judeia de 26 a 36 d.C. escreveu uma carta ao imperador Tibério na época da crucificação de Jesus contando a história. (As cópias da carta estão na Biblioteca Congressional de Washington).
Os fragmentos de cartas do escrivão Labubna relatando viagens de Anan, secretário do rei Abgar V, que reinou do ano 13 ao 50 d.C. na cidade de Edessa, atual Urfa, na Turquia fala sobre Jesus ainda vivo e sobre suas realizações.
Flavio Josefo (37-100) historiador judaico-romano do século I. Em sua obra Antiguidades Judaicas cita Jesus Cristo.

Quando eu for a Europa vou visitar os museus citados.

Livro há 2000 anos de Chico Xavier... Belíssima obra

Livro há 2000 anos de Chico Xavier... Belíssima obra

ok.... ainda que tivesse fonte pra qqe confirmemos que essa merda é verdade.... SÓ ISSO!?

Postar um comentário

Dê sua opnião sempre com respeito